Polícia Intervém ao ver Homem Atirando Animalzinho Pela Janela do Carro

Polícia Intervém ao ver Homem Atirando Animalzinho Pela Janela do Carro

Os casos de abusos e abandono de animais se multiplicaram nos últimos meses, pois o confinamento deu carta branca para que, em meio à solidão de alguns lugares, os desalmados façam o que querem.

Felizmente, isso nem sempre dá certo e às vezes ocorre o esperado milagre de última hora.

Nesta ocasião, um gatinho de um mês ficou ferido depois de ser arremessado por um motorista de um carro em movimento. Como se fosse um desperdício, o homem que finalmente conseguiu ser capturado jogou o animal pela janela do carro sem parar.

A intenção do sujeito era clara, de se livrar dele, mas igualmente clara foi a ação das autoridades que não só resgataram a criança, mas também colocaram as algemas nesse agressor.

A Polícia Rodoviária Federal do Brasil cuidou do caso.

O incidente ocorreu em São Cristóvão do Sul e a informação chegou às redes por meio de uma publicação na conta do Facebook do departamento de polícia.

“A Polícia Federal resgatou esta tarde, em São Cristóvão do Sul, um gatinho atirado para fora de um carro. O motorista foi identificado e responsabilizado ”, relatou as autoridades.

O destino do gatinho poderia ser terrível, mas ele foi resgatado a tempo.

O mais escandaloso do caso é que, segundo as autoridades, a desculpa dada pelo detido no momento de sua defesa é que “ele não tinha condições de cuidar dele”.

“Os policiais estavam dando uma volta quando viram o animal sendo jogado para o lado pela janela de um veículo. O motorista de 39 anos afirmou que não estava em condições de cuidar do gato. Ele vai responder à justiça pelo abandono dos animais ”, acrescentaram.

O gatinho com seu salvador.

Não há justificativa para cometer esse ato cruel. Quem tem bom senso e um toque de humanidade no coração busca outra forma de deixar o gato em boas mãos.

Se você realmente não tem os meios ou condições para cuidar do animal, o abandono nunca será uma opção, menos ainda quando for feito dessa forma criminosa.

O gatinho resgatado era um macho com menos de dois meses de idade.

Felizmente, os policiais chegaram na hora certa para salvar o felino mas, além disso, a situação comoveu tanto um dos agentes que ele decidiu adotá-lo. O que parecia ter um final mais do que insano deu uma guinada a favor da criatura. Nós apenas esperamos que a justiça realmente cuide desse motorista.

Não há justificativa para atentar contra a vida de ninguém e de criaturas menos indefesas, esses atos implacáveis ​​devem parar. Compartilhe esta história e convide seus amigos para relatar e ajudar os mais indefesos.



VEJA TAMBÉM





Envie seu comentário