Ele Ouviu Gritos das Águas Poluídas por Petróleo, e o que Encontrou Quebrou meu Coração

Ele Ouviu Gritos das Águas Poluídas por Petróleo, e o que Encontrou Quebrou meu Coração

Sair do seu caminho para ajudar alguém em necessidade pode mudar a trajetória de uma vida para sempre. Mas quando pequenas vidas peludas estão em perigo, os verdadeiros heróis se esforçam para salvar o dia.

Na Rússia, um grande derramamento de óleo contaminou as águas do rio. Um homem chamado Anatoly Tuptey estava ajudando a limpar a bagunça quando ouviu gritos vindos da costa encharcada de óleo.

Anatoly comentou no momento em que entrou em ação: “Minha alma não suportava os gritos. Eu fui ver, você nunca sabe o que poderia estar acontecendo.

Ele Ouviu Gritos das Águas Poluídas por Petróleo, e o que Encontrou Quebrou meu Coração

Quando ele entrou na lama, Anatoly encontrou dois gatinhos indefesos cobertos de óleo.

Ele disse: “Andei o mais longe possível de botas grandes e descobri uma visão terrível… Uma tábua de madeira estava flutuando, com esses dois gatinhos agarrados por suas vidas com as patas. Um deles estava com óleo até pescoço.

“Sem hesitar, fui atrás deles. Eu estava com óleo até a minha cintura. O chão estava cedendo. Minhas botas estavam cheias de água misturada com óleo, mas eu não me importei.

“Eu estava correndo para salvar os gatinhos. Peguei-os, abracei-os e carreguei-os para a praia onde os envolvi em minha camiseta para aquecê-los.

“Poucos dias antes, salvei pessoas e equipamentos quando um barco capotou. Nesse dia eu salvei os gatinhos.

Embora o par de gatinhos estivesse em mau estado, Anatoly decidiu fazer tudo o que podia para lhes dar uma chance de lutar. Ele os levou para casa, os limpou e os adotou como seus.

Os gatinhos estão se recuperando maravilhosamente e até encontraram um amigo no cachorro de Anatoly. Um final bem diferente do que seria caso esse homem de bom coração não tivesse entrado em ação.

Só é preciso uma boa ação para mudar uma vida para sempre!


VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE VER





Envie seu comentário