Uma mulher se dedica a cuidar de cachorrinhos famintos e doentes que vivem em um cemitério

Uma mulher se dedica a cuidar de cachorrinhos famintos e doentes que vivem em um cemitério

Uma mulher está tocando milhares de amantes dos animais com sua atitude nobre e cuidados com cães famintos e doentes, que vivem em um cemitério nas Filipinas.

Alguns locais nas Filipinas nos deixam impressionados pelas suas cores e beleza, têm uma tranquilidade que simplesmente nos transporta para outra dimensão. Mas também há lugares que enchem nossa alma de preocupação e angústia ao ver desolação, fome e dor.

É o caso do cemitério Sarhento Mariano, em Manila, nas Filipinas. Neste local não estão apenas os corpos daqueles que partiram para outra dimensão, famílias pobres também habitam utilizando as pedras dos mausoléus como tetos e paredes para se protegerem dos raios solares.

Para nosso espanto, estas famílias não estão sozinhas, existem também cerca de 150 cães morando na localidade.

É incrível ver como eles consideram este lugar como um lugar para morar.

Esses cães são oprimidos, desesperados de fome e possuem algumas doenças. Muitos deles sofrem de uma doença chamada sarna sarcóptica, que gradualmente deixa sua pele exposta à medida que perdem o cabelo.

Quando Ashley Fruno descobriu este lugar alguns anos atrás, ficou muito chocada com as imagens, ela não sabia como descrever a situação, era algo como algo saído de um filme de terror.

Ashley e seu grupo de voluntários não medem esforços para levar um pouco de alegria a esses cães que vivem de sofrimento.

Esta nobre mulher todos os dias antes do nascer do sol e o calor se tornar insuportável, leva os cachorros para passear.

Este é um local muito quente, comentam que se alguma vez sopra uma brisa no cemitério Sarhento Mariano, é provavelmente devido ao movimento das caudas dos cães que agitam quando este anjo chega.

Os cães vêm correndo ao seu encontro, saem de debaixo dos monumentos de pedra, saltando de imensa alegria.

Eles sabem que vão encontrar comida, um check-up médico e aquele amor tão necessário.

Eles encontram muita ternura nesse pessoal que definitivamente os ama do fundo do coração!

Graças a este grupo de voluntários que trabalham no abrigo local, existe um programa de castração.

Os cuidados que esses cães recebem tem ajudado muitos deles já com pele regenerada.

A missão de Ashley não termina com esses cães, muitos deles, depois de cuidados, são adotados como animais de estimação.

Ashley explica que, nas Filipinas, o conceito de propriedade aplicado a cães é, na melhor das hipóteses, amplo. A responsabilidade pelo animal não é regulamentada ou exigida.

O dono pode dar comida para seu cachorro uma vez por semana e deixar o animal morar pela casa. Muitos desses animais são soltos e vagam pelas ruas tentando encontrar comida.

Ashley acha que a melhor maneira de ajudar é conscientizando a comunidade, reforçando os esforços dos mais jovens.

As crianças devem estar envolvidas, são as que têm maior probabilidade de aprender e, com base nesta aprendizagem, é mais fácil chegar aos pais ou adultos.

É por isso que todos os voluntários do abrigo Pasay Pups trabalham para educar a comunidade sobre como cuidar dos cães.

Aplaudimos o trabalho desta grande mulher e sua equipe, sem dúvida o coração e o amor que eles têm por estes animais estão transbordando.

É muito importante ajudar a conscientizar sobre o tratamento e responsabilidades que temos com os animais de estimação, são seres que sentem, sofrem e merecem amor e carinho.

Você está a um clique de compartilhar esse artigo com todos os seus amigos. ❤🐾



Envie seu comentário