Padre celebra missa com seu cachorro doente no colo e é criticado.

Padre celebra missa com seu cachorro doente no colo e é criticado.

Sabemos que os animais de estimação são da responsabilidade de seus donos e não devemos envolver outras pessoas nos seus cuidados, muito menos levá-los para o nosso local de trabalho, mas existem situações que fogem de nosso controle e muitas vezes precisamos tomar uma atitude para ajudá-los.

É melhor estar com eles nos momentos difíceis do que deixá-los sozinhos, eles já sofreram tanto. Essa era a lógica que um padre tinha quando decidiu levar seu cachorro a uma missa que ele precisava celebrar.

Embora soubesse que não era o lugar certo para cuidar de seu animal de estimação, ele não tinha escolha a não ser levá-lo com ele.

A história envolvendo esse padre e seu cachorro foi compartilhada por muitas pessoas e dividiu opiniões, a jovem que compartilhou a história escreveu a seguinte legenda: “O padre pediu desculpas, mas seu cachorrinho está muito doente e se ele o deixa sozinho ele fica muito mal e chora então o levou à missa com ele ”.

A imagem rapidamente foi compartilhada e é possível ver o cãozinho em cima do colo do padre. Embora o padre seja visto muito relaxado com o cachorrinho no colo, a verdade é que também teve tempo de se desculpar como mencionou a jovem.

Como dissemos a vocês, entre os comentários que se acumularam na publicação houve uma importante divisão de opiniões. Enquanto muitos apoiaram a decisão do homem de levar seu cachorro para a missa, outros o criticaram por isso, por considerarem isso uma ofensa.

“Você foi celebrar uma missa e não passear no parque”, “Deve ser canonizado” e “Se ele está doente e não o deixa só, isso se chama um ato de amor”, foram alguns dos comentários que foram registrados na conversa que a foto provocou.

Isso causou tanto impacto que o usuário que decidiu compartilhar a foto, teve que excluí-la para não gerar polêmica, pois muitos comentários começaram a se acumular a favor e contra.

O que você achou da atitude do padre?



VEJA TAMBÉM





Envie seu comentário