Mulher decide adotar e chegando no abrigo reencontra seu cão perdido há 2 anos

Mulher decide adotar e chegando no abrigo reencontra seu cão perdido há 2 anos

Aisha adotou Kovu quando ele tinha apenas sete semanas de vida e perto de chegar aos seus cinco, o cachorro desapareceu e a tutora passou dois anos desconsolada.

Kovu foi recolhido por um abrigo na Pensilvânia (Estado do nordeste dos EUA), mesma cidade em que Aisha reside. Anos depois, Kovu sumiu e deixou a família sem saber o que fazer.

Dois anos depois Aisha decidiu que já era hora de superar o trauma pela perda do cachorro e adotar um novo pet. Então ela decidiu acessar um site para ver a relação de animais disponíveis para adoção.

Ao observar as fotos dos cachorros, Aisha deparou-se com um animal de porte médio para grande, e a pelagem caramelo. A primeira reação foi: “Ah, não é possível que seja ele”.

Aisha examinou as poucas fotos que o site dispunha do cachorro e uma boa surpresa veio constatar o que ela já estava sentindo. O animal tinha uma pequena cicatriz sobre um dos olhos. Isto foi suficiente para a tutora ter certeza de que se tratava de Kovu.

Na primeira vez em que foi adotado, Kovu, revelando toda a curiosidade dos filhotes, envolveu-se em um acidente doméstico: ele ficou preso no portão da casa. Não era um ferimento grave, mas deixou uma cicatriz. Aisha não conseguiu se conter: “Ah, meu Deus, esse é o meu bebê, esse é Kovu”.

Depois de anos de ter fugido, o cachorro passou alguns dias perambulando pelas ruas, até ser recolhido e mais uma vez encaminhado ao abrigo. Na ocasião, o animal estava com a saúde bastante debilitada.

A diretora do abrigo disse à imprensa que, quando o cachorro foi resgatado, ele estava infestado por pulgas, acusava perda de pelos e tinha uma inflamação. Tratado com antibióticos e xampus especiais, o animal passou um longo período no abrigo.

Depois de quatro meses no abrigo, o cachorro foi finalmente adotado, mas a família acabou devolvendo-o para o abrigo, por um motivo justificável: os novos tutores de Kovu estavam sendo despejados da residência.

Foi então que Aisha reencontrou Kovu. Como ele estava bem tratado, foi colocado quase imediatamente para uma nova adoção. Quando viu o cachorro no site, a tutora imediatamente telefonou para eles, que tinha toda a documentação e confirmou ser Kovu o cachorro perdido da família.

Kovu identificou-a imediatamente. Se havia alguma dúvida sobre a identidade, ela se desfez totalmente naquele momento.

Nas palavras da tutora: “Ele tentava se livrar do homem que o segurava. Finalmente, ele simplesmente correu e pulou no meu colo. Começamos a nos abraçar e beijar. Eu disse a ele: sim, meu amigo, você está indo para casa. Sinto muito que tudo isso tenha acontecido. Eu nunca mais vou perder você”.

A diretora explicou que não é incomum que os cães reconheçam os tutores, mesmo depois de um longo período. Eles possuem um faro muito apurado e provavelmente o cheiro da antiga tutora foi o primeiro sinal de reconhecimento. Kovu nem precisou ver Aisha para saber que estava indo para casa.

Envie seu comentário