Cachorro resgatado de dentro de uma mala se recupera e tem uma transformação incrível

Cachorro resgatado de dentro de uma mala se recupera e tem uma transformação incrível

Algumas semanas atrás, falamos sobre um dos casos de abuso mais grotescos e graves que já vimos. Era um cachorrinho com não mais do que dois meses, que foi encontrado à beira de uma estrada. O pequeno estava ferido, desnutrido e com hipotermia, mas o mais grave de tudo é que ao lado dele havia uma mala com o exterior rachado.

Não era preciso ser detetive para ligar os pontos: o cachorrinho havia sido trancado dentro da mala e atirado de um carro.

O pessoal de um abrigo localizado na cidade onde o cãozinho foi encontrado, foi quem o adotou, após ser avistado por alguém que passava e resgatado pelas autoridades.

As primeiras semanas depois que ele chegou com eles foram fundamentais: o filhote precisava de muitos cuidados, tanto que imediatos (curar suas feridas e imobilizar algumas fraturas) quanto a longo prazo (alimentá-lo para que recuperasse o peso perdido e pudesse se estabilizar).

Tudo foi entregue a ele com os devidos cuidados e atenção. Mas havia um problema: Kei, como seus novos cuidadores o batizaram, havia perdido toda a confiança nas pessoas.

Não que o filhote rejeitasse todo tipo de ajuda, mas ele se escondia e evitava o contato com as pessoas. Qualquer pessoa com alguma experiência com animais sabe que isso só pode acontecer com um cachorro que foi vítima de graves abusos, nas mãos de pessoas mal-intencionadas e cruéis.

Considerando que seus donos anteriores o abandonaram dentro de uma mala fechada, o mínimo que se poderia esperar de Kei é que ele não tinha humanos na melhor das estimativas.

Após um trabalho dedicado para melhorar o relacionamento com Kei, ele tem se aproximado de seus cuidadores.

Ele entende que eles estão aqui para ajudá-lo. Às vezes até foi acariciado. E todos sabem que a chave para reabilitá-lo totalmente é apenas uma:

“Ele é um simples cachorrinho inexperiente, que descobre um mundo que não conhece e não sabe como se comportar, alguns comportamentos se devem ao que ele já sofreu, a verdade é que quem adotar o Kei levará um cão para reconstruí-lo, física e psicologicamente e terá que estar atento ao compromisso que isso acarretará ”

Não demorou muito e a instituição de abrigou e começou os cuidados do cãozinho, começou a postar fotos dele na internet, na esperança de aparecer alguém disposto a cuidar e amar dessa pobre alma que mesmo tão nova, já tinha sofrido tanto.

Até que Marta, uma mulher que ficou sabendo da triste história de vida de Kei, resolveu visitar o abrigo onde o cãozinho estava e algo mágico aconteceu.

Ao se aproximar de Kei, ele começou a abanar o rabinho, como se já sentisse um certo carisma por Marta. Não restou dúvidas, eles nasceram para ser uma família.

É um grande compromisso, mas nos dá esperança saber que Kei já está na última etapa de sua recuperação: e para nossa felicidade, encontrou um lar que lhe dar amor de verdade, algo que ele nunca havia recebido antes..❤🐾



VEJA TAMBÉM





Envie seu comentário