Cachorrinho de rua ajuda idoso com Alzheimer que se perdeu na rua e é adotado por ele

Cachorrinho de rua ajuda idoso com Alzheimer que se perdeu na rua e é adotado por ele

Era uma noite fria quando Don Francisco, de 75 anos, um idoso aposentado com Alzheimer, saiu de casa e acabou se perdendo. Desorientado e confuso ele caminhava sem rumo, até chegar em um campo de laranjeiras.

Lá, Francisco acabou em uma poça de lama na qual não conseguia sair sozinho. Nesse momento, surgiu um cachorrinho de rua que se ofereceu par ajudar o idoso. O caso aconteceu em Burriana, Castellón (Espanha).

Enquanto isso, notando a ausência de Francisco, sua família alertou as autoridade. Mas infelizmente eles decidiram começar as buscas na direção oposta. Sem nenhuma pista, as horas se passaram e eles começaram a suspeitar do pior; então toda a comunidade se uniu em uma onda de solidariedade para descobrir o paradeiro do pobre homem.

“Unimos mais de 1.000 ciclistas, 60 veículos, familiares e amigos chamando por ele nas ruas. Houve vizinhos que passaram mais de nove horas dirigindo seus carros buscando seu paradeiro”, disse María García, filha de Francisco.

Mas ninguém imaginava que Don Francisco teria caminhado tanto sozinho, até acabar naquele campo. Finalmente, quando o cachorro ouviu o barulho de viaturas, ele latiu para alertar que estavam seguros.

Segundo as autoridades, o idoso passou mais de 15 horas naquela poça na companhia do cachorrinho.

Ele apresentava apresentava graves sinais de hipotermia e estava muito desorientado. A equipe da ambulância ficou muito chocada quando o homem foi trazido e o cachorro começou a persegui-los desesperadamente.

Eles se solidarizaram e permitiram que o pequeno acompanhasse Francisco, mas suas vidas teriam que ser separadas: Francisco teve que ir para o hospital e o cachorro, para um canil.

No entanto, a filha de Francisco decidiu intervir, ciente de que aquele cachorrinho era um herói e merecia passar mais tempo com seu pai. “Ele foi essencial para salvar meu pai”, disse Maria. “Nada mais justo do que adotá-lo”.

O filhote foi batizado de ‘Star’. Após o acolhimento, ele foi levado a um veterinário, onde recebeu tratamento contra pulgas, desnutrição e sarna.

Em seu novo lar, o cachorro logo se adaptou à rotina do dono, que vê nela uma companhia amorosa e essencial para o seu dia a dia. Agora Star fica feliz por poder cuidar pessoalmente de Francisco e prover à ele dias melhores e mais amorosos.

Você está a um clique de compartilhar esse artigo com todos os seus amigos. ❤🐾



VEJA TAMBÉM





Envie seu comentário